Penafiel acolhe Primeiro Centro de Atividades Ocupacionais de Síndrome de Asperger


                 (notícia elaborada pelo Gabinete de Comunicação da Câmara Municipal de Penafiel)
A Câmara Municipal de Penafiel e a Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger - Norte (APSA-Norte), assinaram no dia 20 de Abril, em Valpedre, o protocolo da cedência, de forma gratuita, da antiga escola primária do Prazo, na freguesia de Valpedre, à Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger, para a criação de um Centro de Atividades Ocupacionais para autistas de Elevada Funcionalidade/Síndrome de Asperger.

Para António Vieira, Presidente da APSA, Norte, "Espero que com estas instalações possamos vir a contribuir socialmente e ter uma interação junto da comunidade e dos nossos utentes. Este projeto vai dar uma oportunidade aos nossos jovens para não ficarem em casa parados. Pretendemos dar-lhes uma oportunidade, quer em termos de ocupações, quer em termos de treino de competências sociais e profissionais para que, sempre que possível, possam ser integrados na vida profissional."
Para Piedade Líbano, Presidente da APSA, Nacional, “Este espaço de afetos, para atividades ocupacionais para jovens com síndrome de Asperger, vai permitir abrir caminho para as pessoas diferentes e fortalecer o sentimento de igualdade de direito na sociedade. Este centro de atividades nasce numa escola, e faz todo o sentido pois é na escola e na família que tudo começa. Quero agradecer à Câmara Municipal de Penafiel e a todos os elementos que contribuíram para o lançamento deste projeto.”
A Síndrome de Asperger é uma perturbação neurocomportamental de base genética que pode ser definida como uma perturbação do desenvolvimento que se manifesta por alterações, sobretudo na interação social na comunicação e no comportamento. Embora seja uma disfunção com origem num funcionamento cerebral particular, não existe marcador biológico, pelo que o diagnóstico se baseia num conjunto de critérios comportamentais. Calcula-se que em Portugal existam cerca de 40.000 portadores de Síndrome de Asperger afetando maioritariamente os rapazes.
Para Eduardo Daniel da Silva, Presidente da Junta de Freguesia de Valpedre, “É com enorme orgulho que a freguesia de Valpedre acolhe o primeiro Centro de Atividades Ocupacionais para autistas de Síndrome de Asperger, no país. O apoio de todos é essencial para a integração social das pessoas com Síndrome de Asperger, favorecendo as condições para uma vida mais autónoma e mais digna. Valpedre vai acolher a diferença de braços abertos e aceitá-la como um grande desafio.” 

O protocolo estabelecido vai permitir à Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger, criar o primeiro Centro de Atividades Ocupacionais (CAO), para adultos e jovens maiores de 16 anos com Síndrome de Asperger, nas antigas instalações da escola do Prado, em Valpedre, num contrato válido de 20 anos.
Para Antonino de Sousa, Vice-presidente da Câmara Municipal de Penafiel, “Hoje estamos a dar um sinal claro à nossa comunidade que somos um concelho diferente e com gente diferente. Quero agradecer a todos os Valpedrenses que, através do seu Presidente de Junta, manifestaram uma total abertura para este protocolo, mostrando a generosidade e a grandeza desta gente. E se uma sociedade só é verdadeiramente moderna e desenvolvida quando for capaz de ser efetivamente inclusiva, em Penafiel, estamos mais uma vez, a mostrar que para nós as questões da inclusão social são, e serão sempre, a nossa principal prioridade.

Parabéns à Câmara Municipal de Penafiel por aderir a esta causa!

Comentários

Tiago Lopes disse…
Parabéns pela iniciativa. Um concelho mais inclusivo e para todos os cidadãos sem excepção :)