Penafiel avança com plano municipal de atração de investimento

Benefícios fiscais, diplomacia económica, financiamento a empresas são algumas medidas para atrair investimento
Município de Penafiel vai estabelecer várias parcerias com entidades de apoio às empresas

Depois de ter lançado um plano municipal solidário com dezenas de medidas socais, dos primeiros a nível nacional, o Município de Penafiel lança agora o plano municipal de atração de investimento (PMAI).
 Com o objetivo claro de facilitar a instalação de empresas em Penafiel, mas também com uma forte preocupação na sua manutenção no território e na criação de postos de trabalho, o Município de Penafiel vai avançar de imediato com a implementação no terreno do PMAI.
 Do plano fazem parte diversas medidas desde logo com benefícios fiscais para as novas empresas criadas no concelho de Penafiel, através da isenção do pagamento da taxa de derrama de 2 a 10 anos mediante o número de postos de trabalho a criar, a partir de 5 e até 25 ou mais.
 Dentro do Plano Municipal de atracão de investimento estão previstas medidas de apoio ao empreendedorismo, através do sistema de micro crédito com financiamento de projetos até 15.000€ em parceria com a Associação Nacional de Direito ao Crédito (ANDC).
 Até 45.000€ serão apoiados projetos em parceria com o IAPMEI - Agência para a Competitividade e Inovação, I.P, sendo que para este efeito será criado um fundo de 400.000€.
 Serão disponibilizados novos espaços industriais a potenciais investidores na nova Zona Industrial de Recezinhos, que irá abranger uma área de 75.000m2 para acolhimento de novas empresas. 
O Município vai ainda investir no sentido da requalificação dos espaços públicos e das acessibilidades às zonas industriais do concelho, de forma a torna-las mais atractivas, funcionais e competitivas.
Ainda no âmbito do Plano de atracão de investimento é criado o programa ADN Empreendedor, em parceria com a ANJE, que pretende ajudar a desenvolver a cultura de empreendedorismo no concelho, estimulando a criatividade, a inovação e o empreendedorismo dos jovens estudantes, ou seja formação desde o banco das escolas.
Atendendo à importância da internacionalização e em especial da exportação e do contributo para o desenvolvimento económico local, regional e até nacional será ainda lançado um programa de diplomacia económica com vista à promoção das empresas locais junto dos representantes diplomáticos acreditados em Portugal.
Paralelamente será apresentado um plano estratégico de promoção de Penafiel, tendo em vista a divulgação das características que tornam Penafiel num Município com inúmeras vantagens competitivas.
A criação de áreas de reabilitação urbana, programa património ativo e um portal para apoiar os investidores serão outras das medidas, sem esquecer a criação do Conselho Estratégico Económico de Penafiel, um órgão consultivo que irá agregar agentes económicos do concelho, parceiros estratégicos e personalidades de reconhecido mérito.
 Este órgão terá como objetivo debater e definir medidas que promovam a revitalização da economia local e a criação de um ambiente favorável à captação de novos investimentos.
Para o Presidente do município de Penafiel, Antonino de Sousa “ Estamos perante um projeto ambicioso, mas de uma importância capital, para a nossa terra. Conscientes de que sem investimento e sem empresas não é possível criar emprego, vamos continuar a procurar todos os mecanismos, todas as saídas, todas as oportunidades que possam contribuir para a criação de emprego. Este é um dos caminhos que temos de seguir a par com o apoio social que temos vindo a reforçar de forma séria, efetiva e também com resultados práticos. Assumimos, quer em campanha, quer na nossa tomada de posse, que queríamos tornar o concelho mais competitivo em matéria de captação de investimentos. Este plano vai ajudar-nos a concretizar o nosso objectivo.”

 Fonte | Câmara Municipal de Penafiel

Comentários

Olá Tiago.
Como não encontrei outra maneira de o contactar decidi usar este meio.

E escolhi este post porque tem afinidade com o que lhe quero mostrar.

Julgo que temos um objectivo semelhante, que é ajudar as pessoas pela informação.

Hoje em dia a Internet e o mundo digital fazem parte da realidade contemporânea. Procuramos na Internet tudo o que precisamos e já ninguém procura doutra maneira. É nesse espaço virtual onde as pessoas estão a perder as oportunidades reais — há muita gente que deveria estar Ao Dispor na Internet para ser encontrada enquanto profissional. A falta de trabalho é por vezes, nesta nova realidade, um problema de invisibilidade digital.

Criámos recentemente o Ao Dispor para ajudar a resolver a crise em Portugal através duma plataforma onde todas as pessoas, independentemente da sua profissão, podem oferecer os seus serviços directamente aos seus clientes. A crise foi apenas uma inspiração; acreditamos que vamos melhorar Portugal e o mundo com esta nova solução.

O uso da plataforma é inteiramente gratuito, sem pagamentos nem comissões. Queremos ajudar as pessoas desempregadas a encontrar clientes, assim como ajudar pessoas já com empregos a encontrar formas adicionais de complementar os seus rendimentos. Estamos a fazer isto para melhorar a qualidade de vida de toda a gente.

Com o Ao Dispor um profissional pode inscrever-se, descrever de forma completa o que pode fazer pelos seus clientes, e dessa forma obter contactos de pessoas interessadas. Nós até oferecemos uma agenda para que os profissionais não tenham de se preocupar com a calendarização dos clientes.

Se o Tiago estiver interessado em divulgar o Ao Dispor para ajudar as pessoas a encontrar soluções de criação do próprio trabalho e de procura de clientes, teríamos muito interesse colaborar para que, juntos, possamos contribuir para aumentar as oportunidades de trabalho dos portugueses. É isso que nos move.

Convido-o a ir à página do Ao Dispor em www.aodispor.pt para dar uma vista de olhos sobre como funciona (é mesmo simples).

Poderá contactar-me via email ou através do número de telemóvel: 916 490 220